Análise dos microdados do ENEM a partir da Teoria da Resposta ao Item

Aluno(a): 

  • Luciano Guimarães Monteiro de Castro

Data: 

09/05/2017 - 16:00

Local: 

Praia de Botafogo, 190, auditório 317 - Rio de Janeiro, RJ

Resumo: 

A partir de 2009 o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) passou a utilizar a Teoria da Resposta ao Item (TRI) para o cálculo das notas dos candidatos. Os microdados do ENEM divulgados pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) contêm informação detalhada sobre todas as aplicações do exame. No entanto, além das próprias notas, não há dados diretamente ligados à implementação da TRI. No presente trabalho analisamos os microdados do ENEM sob o ponto de vista do modelo logístico de três parâmetros da TRI, com dois principais objetivos: 1) Gerar mais informações sobre a implementação da TRI no ENEM, em particular estimando os parâmetros utilizados em cada questão da prova; 2) Tratar a informação obtida e propor diferentes formas de apresentá-la de maneira a melhorar a compreensão sobre os efeitos da utilização da TRI sobre as notas do exame. Os métodos de estimação dos parâmetros das questões podem ser utilizados, por exemplo, para criar exames simulados cujas notas sejam calculadas na mesma escala utilizada pelo ENEM, e com a mesma metodologia, permitindo uma melhor avaliação dos candidatos durante sua preparação para o exame.

*Texto enviado pelo aluno. 

Membros da banca: 

  • Paulo Cezar Pinto Carvalho (orientador) - FGV/EMAp
  • Moacyr Alvim Horta Barbosa da Silva – FGV/EMAp
  • Ruben Klein – Cesgranrio