Modelos Matemáticos em Doenças Transmissíveis

Desde as primeiras tentativas de se modelar a transmissão da malária por Ross no início do século XX, vários avanços nas técnicas matemáticas e computacionais tem permitido o desenvolvimento de modelos com capacidade preditiva e que muito tem contribuído no desenho e implementação de estratégias de controle de epidemias e endemias.   1.     Introdução à Epidemiologia Matemática 2.     Classes de Modelos 3.     Modelos Determinísticos 4.     Modelos Estocásticos 5.     Modelos em Microparasitas 6.     Modelos em Macroparasitas 7.     R0 8.     Modelos em Doenças Transmitidas por Vetores 9.     Heterogeneidades 10.  Estratégias de Controle 11.  Lógica Fuzzy em Epidemiologia 12.  Redes

Informações Básicas

Carga horária
45 horas

Obrigatória: 

  • Massad, E. et al. Métodos Quantitativos em Medicina. Manole Editores, 2003.
  • Massad, E. et al. Fuzzy Logic in Action: Applications in Epidemiology and Beyons. Springer Verlag, 2008.
  • Vynnycky, E. and White, R. Infectious Diseases Modelling. Oxford UNiversity Press, 2010.

Complementar: 

  • Infectious Diseases of Humans: Dynamics and Control by Roy M. Anderson and Robert M. May. Oxford UP. 1991
  • Mathematical Epidemiology of Infectious Diseases by O.Diekmann and J.A.P.Heesterbeek. Wiley & Sons. 2000.
  • Mathematical Modelling in Epidemiology by J.C. Frauenthal. Springer-Verlag. 1980.
  • Epidemic Modelling by D.J.Dalley and J.Gani. Cambridge UP. 1999.
  • Mollison D. Epidemic Models. Cambridge. Cambridge University Press. 1995.