19

Mai

2016
Seminários

Using Multi-Stage Stochastic Optimisation To Manage Major Production Incidents In Mining

Horário
16h00
Local
Sede FGV - Sala 317

Sobre o Evento

  • Quem: Margaret Armstrong e Erick de la Barra
  • Onde: Praia de Botafogo, 190, sala 317
  • Quando: 19 de Maio de 2016 às 16h

Armstrong et al (2011 & 2013) developed a method for using multistage programming with recourse to provide strategic guidance for decision makers to handle major production incidents, that is, events such as strikes, high-wall failures, roof-falls, natural disasters which prevent the mine from producing for several months. Two sources of uncertainty were considered: the spot price of the commodity and the production incidents.

As well as giving the optimal dollar value of the project, multi-stage programming with recourse gives decision-makers the “roadmap” to reach the optimal value. That is, how much material should be bought/sold on the spot market, how much to add to/subtract from the stockpile etc during each time period as a function of the current spot price and breakdown status.

In the first part of the seminar Margaret will explain how copulas can be used to model the case where price spikes occur when a major player is unable to produce and/or when the commodity is in tight supply. She will also explain current work to extend this model.

In the second half of the seminar, Erick will present the problem that he is working on for his PhD. In underground mining, the extraction of ore leaves empty spaces in the orebody which can provoke minor earth tremors underground and these can prevent mining from going ahead as planned. His job is to model these production incidents and optimize the extraction dynamically.

 

OBSERVAÇÃO PARA VISITANTES: 

A presença é gratuita e não exige confirmação. A FGV não permite a entrada de pessoas vestindo bermuda e/ou chinelos.

Palestrantes

Margaret Armstrong

Doutorando em Matemática Aplicada na Universidad de Chile

Margaret Armstrong possui Doutorado em Geoestatística pela Ecole des Mines de Paris (atualmente MINES ParisTech), France (1980). Possui também Mestrado (Master of Literary Studies in Mathematiques), pela University of Queensland, Australia (1977), Graduação (B.Sc.) pela University of Queensland, Australia (1971) e um diploma (Diploma of Education) pela University of Queensland, Australia (1972). Atualmente é Professora Associada na Fundação Getulio Vargas, Escola de Matemática Aplicada (FGV/EMAp), desde julho de 2015. Atua também como Pesquisadora Associada no Centre d Economie (CERNA) - MINES ParisTech, France, desde julho de 2015. Foi corresponsável pelo Grupo de Finanças Quantitativas do CERNA - MINES ParisTech, France, de 2000 a 2015. Foi responsável pelo Grupo de Geoestatística em Mineração na MINES ParisTech, France, de 1985 a 2000. Foi responsável pela Pós-graduação em Geoestatística (Cycle de Formation Spécialisée en Géostatistique - CFSG) no Centre de Géostatistique de Fontainebleau - MINES ParisTech, France, de 1980 a 1987 e 1990 a 2000. Erick de la Barra é doutorando em Matemática Aplicada na Universidad de Chile. Tem Mestrado em Matemática pela Universidade Federal de São Carlos e Graduação em Matemática pela Universidad de la Serena.

Local

Sede FGV - Sala 317

Praia de Botafogo, 190

Botafogo

Rio de Janeiro

Endereço

Praia de Botafogo, 190

Botafogo

Rio de Janeiro

A A A
High contrast

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.